22/11/2022 15:49 | SaúdeEducação

Projeto Escola Segura capacita profissionais da Creche Cria Marechal Deodoro

Instrução serviu para preparar professores e o pessoal de apoio para o atendimento de primeiros socorros

Médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem do Núcleo de Educação Permanente (Nep) e do Samu passaram instruções de primeiros socorros para os profissionais da creche

Rodrigo Marinho / Programa Cria


Fabiana Silva Barros / Programa Cria

O Governo de Alagoas promoveu mais uma capacitação do Projeto Escola Segura, na manhã desta terça-feira (22). Desta vez, a ação foi levada para os 30 profissionais da Creche Cria Marechal Deodoro. Os servidores da unidade educacional receberam instruções de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem do Núcleo de Educação Permanente (Nep) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) sobre atendimento de primeiros socorros.

 

Durante a capacitação, que durou aproximadamente seis horas, os profissionais da creche aprenderam como proceder diante de casos como, parada cardíaca em pediatra, engasgos, crises convulsivas, choque elétrico, queimaduras, fraturas e imobilizações e sangramento e curativos simples.

 

Desde setembro passado atuando no berçário da Creche Cria Marechal Deodoro, com dez crianças no turno matutino, Irinete Maria Araújo Meister destacou a importância da capacitação. "São crianças muito pequenas. Se elas se engasgarem, precisamos estar atentas. Estou participando, pela primeira vez e sinto-me mais segura", afirmou.

 

Em relação à parte prática, Irinete compartilhou a experiência de ter salvo a filha em dois episódios de engasgo. "A primeira vez foi com leite materno. Percebi ela roxa, e fiz os primeiros socorros usando sucção pelo nariz. E depois, quando tinha três anos, ela colocou uma bola de gude na boca", lembrou. Ela ressaltou que é essencial que o profissional mantenha a calma em uma hora dessa.

 

A técnica da Semed do Cria Adrissy Ramos, que também participou do momento de aprendizado, concordou com a importância da capacitação. "No momento que necessitar, a gente pode ajudar de alguma forma. É muito válido", declarou. Desde 2018 na educação, Adrissy é também técnica em enfermagem e, pela Educação, recebeu as orientações pela primeira vez. "O ideal seria que essa capacitação fosse para todo o município", comentou.

 

No final da capacitação, os participantes receberam o certificado e a creche uma placa do Programa Creche Segura. Cada Creche Cria vai receber um kit de primeiros socorros com atadura, termômetro, tesoura, luvas, entre outros materiais básicos de controle de sangramento.

 

De acordo com a assessora técnica do Núcleo de Saúde do Cria, Caroline Leite, a capacitação, além de deixar os profissionais e a comunidade mais seguros, cumpre a Lei Federal Lucas 13.722, que traz a obrigatoriedade de capacitar 30% dos colaboradores (professores e funcionários).

 

Em cada creche, são 30 pessoas certificadas. Até agora, 210 profissionais passaram pelo treinamento. "A capacitação prioriza a criança, mas pode ser válida para toda a comunidade", comentou Caroline.

 

Creche Cria

 

O Governo do Estado entregou 23 Creches Cria, das 200 unidades previstas, e a capacitação já aconteceu nos equipamentos localizados em São Luís do Quitunde, Matriz de Camaragibe, Viçosa, São José da Tapera, Monteirópolis, Santa Luzia e Marechal Deodoro. A conclusão da capacitação das 23 creches inauguradas deve acontecer até o primeiro semestre de 2023.