23/11/2022 11:12 | Turismo

Praia do Patacho recebe certificação Bandeira Azul pelo segundo ano consecutivo

Selo reconhece atividade do turismo responsável na região; praia alagoana é umas das 40 praias e marinas do país a receber a certificação

Theresa Ebrahim


Cecília Tavares / Ascom Sedetur

A praia do Patacho conquistou, pelo segundo ano consecutivo, selo internacional pelo comprometimento rigoroso com os protocolos ambientais e turismo responsável na região. A solenidade de hasteamento da certificação Bandeira Azul foi realizada na tarde da terça-feira (22), no município de Porto de Pedras, litoral norte de Alagoas.

 

Mantendo critérios rígidos para a temporada 2022/2023, o programa estabelece que destinos com a certificação devem ter atividades de educação ambiental, informações sobre a qualidade da água disponíveis aos usuários, além de dados dos ecossistemas locais e fenômenos naturais.

 

O evento contou com a presença de representantes da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alagoas (Sedetur/AL), do prefeito de Porto de Pedras, Henrique Vilela, além de gestores públicos, representantes do Programa Bandeira Azul, empresários e prestadores de serviços turísticos da Rota dos Milagres.

 

Atualmente, 40 praias e marinas brasileiras contam com a certificação e, em Alagoas, a Sedetur é o órgão responsável pela articulação e diálogo com autoridades municipais para a conquista do selo, incluindo um termo de cooperação assinado entre os Executivos estadual e municipal de Porto de Pedras para adequação da praia ao Bandeira Azul.

 

Segundo a secretária de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Caroline Balbino, a renovação do selo é fundamental e coloca Alagoas no roteiro internacional de turismo. “A renovação do selo Bandeira Azul para a temporada 2022/2023 destaca a praia do Patacho como um destino ecológico e seguro para o lazer, uma vez que está comprometido com rigorosos protocolos ambientais. Essa conquista é resultado de uma integração que envolve o Governo de Alagoas e a Prefeitura de Porto de Pedras, como também setores privados – empresários, associações, prestadores de serviços autônomos e toda a comunidade”, destaca.

 

De acordo com a coordenadora do Programa Bandeira Azul, Leana Bernardi, a obtenção da renovação do Programa é sempre mais complexa. "Estar aqui na praia do Patacho por mais um ano é muito importante. Primeiro, porque a renovação do Programa é sempre mais difícil do que a primeira temporada, uma vez que começamos a exigir mais, e a praia vai estar em renovação constante, tratando novas questões e melhorando a infraestrutura, sempre buscando manter os critérios do selo. Então, renovar é importante para garantir aos visitantes que o olhar estará sempre sob essa praia, e que ela não vai ficar esquecida, pois a coordenação estará cuidando dela", pontua.

 

Bandeira Azul

 

O Selo Bandeira Azul promove o desenvolvimento sustentável em áreas de água doce e marinhas. Visando praias, marinas e operadores de embarcações de turismo sustentável, é desenvolvido pela organização internacional, não governamental e sem fins lucrativos FEE (Foundation for Environmental Education).

 

Com início na França, em 1985, o programa foi implementado em toda a Europa desde 1987 e em países não europeus desde 2001. Atualmente, tornou-se global e, no Brasil, é representado pelo Instituto Ambientes em Rede (IAR), membro da FEE desde 2005.

 

O programa estimula as autoridades locais e os gestores de praias a alcançarem altos padrões de qualidade em quatro temas: qualidade da água, gestão ambiental, educação ambiental e segurança. Ao longo dos anos, o selo Bandeira Azul se tornou um rótulo ecológico altamente respeitado e reconhecido, trabalhando para reunir os setores de turismo e meio ambiente local, regional e internacional.