19/03/2022 14:28 | Educação

Governo de AL destina mais de R$ 2 milhões para estimular o protagonismo estudantil nas escolas estaduais

Recurso faz parte do novo programa da Educação, Avança Grêmio, que foi lançado pelo governador Renan Filho neste sábado (19), no Centro de Convenções de Maceió

Marco Antônio


Kelly Cordeiro

Incentivar o protagonismo estudantil através de subsídios para a realização de projetos pedagógicos desenvolvidos pelos estudantes da rede estadual é o principal objetivo do novo programa do Governo de Alagoas na área da educação. O Avança Grêmio foi lançado neste sábado (19), pelo governador Renan Filho e pelo secretário de Estado da Educação, Rafael Brito, durante solenidade realizada no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Maceió, com a presença de gestores e de 1500 estudantes representantes de grêmios de escolas das 13 Gerências Regionais de Ensino (Gere).

A ideia da iniciativa é estimular a mobilização dos jovens alunos para a execução de ações criativas de combate à discriminação, apoio à diversidade no ambiente escolar e demais projetos voltados para  bem coletivo, o que, para o governador, vai despertar nos jovens alagoanos o desejo de contribuir para uma sociedade mais justa e igualitária. 

"Os grêmios são uma ferramenta fundamental para estimular a participação do alunado na administração da escola, no convívio com sua própria comunidade, na relação com o governo e com a sociedade em geral, trazendo para a escola os temas mais latentes da atualidade como a defesa dos direitos humanos, do direito das mulheres. É por isso que vamos apoiar os grêmios, porque acreditamos que o diálogo e o entendimento precisam ser construídos desde a escola até a vida profissional. A mudança de um estado como Alagoas pode acontecer em vários segmentos, mas só será verdadeira se ocorrer na educação", disse Renan Filho.




Por meio do Avança Grêmio, as escolas estaduais receberão um repasse para a realização dos projetos pedagógicos. O valor total da verba é de R$ 2.101.500,00 e a entrega do cheque simbólico aos representantes dos grêmios escolares foi feita durante a solenidade. A distribuição será feita de acordo com o quantitativo de alunos, sendo R$ 12 mil para as unidades de ensino com até 500 estudantes, e R$ 16.500 para escolas com mais de 500 alunos matriculados. Os recursos são oriundos do Tesouro Estadual e do Fundo de Manutenção e/ou Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

O secretário de Educação, Rafael Brito, enfatizou a importância desse apoio para o desenvolvimento da juventude alagoana. "Pela primeira vez na história de Alagoas, todos os grêmios receberão um recurso para suas atividades. Isso é muito importante porque, além da responsabilidade de estar junto da gestão participando e cobrando melhorias, os grêmios também são responsáveis por trabalhar o bullying, a diversidade e a tolerância entre os estudantes. A escola deve ser, por natureza, o ambiente mais plural da sociedade". Ele aproveitou para anunciar a distribuição dos cadernos de estudo do "Foca no Enem" para os 42 mil alunos do terceiro ano do Ensino Médio da rede.




Representando a Escola Estadual Professor Pedro de França Reis, de Arapiraca, o estudante Júlio César, incentivou os colegas a perseverar na luta à frente de seus grêmios. "Não desistam, eu sei que lidar com pessoas não é fácil, mas se estamos aqui hoje é porque temos potencial. Se nós somos a voz dos estudantes, vamos fazer valer esse direito e mostrar que merecemos respeito".

O evento de lançamento contou com apresentações de cordel, do coral do Centro Estadual Cyro Accyoli, especializado no atendimento a pessoas com deficiência visual, palestras e com um momento de bate-papo conduzido pelo secretário Rafael Brito, com os jovens líderes. Também estiveram presentes o secretário de Estado da Fazenda, George Santoro, o diretor técnico do Sebrae Alagoas, Vinicius Lages, e o deputado estadual Paulo Dantas, que parabenizou a iniciativa.

"Esse é um programa muito importante porque faz com que a escola tenha condições de discutir as prioridades para o estudante, que agora vai ter autonomia para falar o que deseja que mude no ambiente escolar. Por isso é fundamental fortalecer esses grêmios. Parabéns ao Governo do Estado pela iniciativa e aos estudantes pela conquista", disse o deputado.




Qualifica Educação

Na oportunidade, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) também lançou oficialmente o programa Qualifica Educação. Fruto de uma parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), a iniciativa vai ofertar cursos profissionalizantes a estudantes da rede estadual de ensino que buscam concluir o ensino médio com uma profissão.

As vagas destinam-se a estudantes matriculados nos segundos e terceiros anos do ensino médio, incluindo alunos do Ensino Médio da Educação de Jovens e Adultos (EJA). E os matriculados receberão um auxílio estudantil para a realização do curso.

Os interessados devem procurar a direção da escola onde estudam e se inscrever em uma das turmas abertas pelo Senai no programa Qualifica Educação. Também é possível se cadastrar clicando no banner do programa que está disponível no site da Seduc.